Amor Pablo Neruda

EditingMySpace.com - Coracoes

Amor, quantos caminhos até chegar a um beijo, que solidão errante até tua companhia! Seguem os trens sozinhos rodando com a chuva. Em taltal não amanhece ainda a primavera. Mas tu e eu, amor meu, estamos juntos, juntos desde a roupa às raízes, juntos de outono, de água, de quadris, até ser só tu, só eu juntos. Pensar que custou tantas pedras que leva o rio, a desembocadura da água de Boroa, pensar que separados por trens e nações tu e eu tínhamos que simplesmente amar-nos com todos confundidos, com homens e mulheres, com a terra que implanta e educa cravos.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Parlendas O que são parlendas, exemplos de parlendas populares, folclore, brincadeiras infantis, versos

COMO É SER AVÓ PELA PRIMEIRA VEZ...

Brincadeiras do Folclore. Principais brincadeiras do folclore brasileiro, jogos folclóricos, brinquedos do folclore

Jerry Lewis - Filme : Bancando a ama seca ( dublado completo )

Papo, papeira.